Tiinside

Inatel e Taggen desenvolvem projeto pioneiro na AL para localização de alta precisão com baixo custo

Em nova parceria, a Taggen, especializada em soluções para Internet das Coisas, se aliou ao Inatel para o desenvolvimento de um produto pioneiro na América Latina: a nova geração do TaggenBeacon na versão BLE 5.1. A inovação prevê elevar em até oito vezes a capacidade de identificação e localização das “coisas” com precisão de submetro, além de efetuar conexões via Bluetooth, Wi-Fi, 4G LTE, NBIoT e 5G. Para a introdução dessa nova geração do dispositivo, a parceria está recebendo recursos não-reembolsáveis da EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação). A parceria com o Inatel inclui o desenvolvimento do novo TaggenGateway.

Juntos os produtos ampliam as possibilidades de aplicações em várias verticais, entre elas: indústria automobilística, logística, varejo, óleo e gás, saúde, agronegócio e cidades inteligentes. Por meio da instalação no beacon de um conjunto de sensores, é possível detectar e mensurar luminosidade, temperatura, pressão, acelerômetro, entre outros parâmetros.

De acordo com o gerente de Desenvolvimento de Negócios do Inatel Competence Center, Sandro Duarte Azevedo, o Beacon BLE 5.1 é apenas o primeiro projeto desta parceria. “A Taggen é uma startup com forte desejo de inovação e encontrou no Inatel um parceiro tecnológico para ajudá-la no desenvolvimento de soluções para os diversos segmentos em que pretende atuar com o seu portfólio de dispositivos diferenciados”, afirma.

Beacons para o 5G

Sobre os resultados esperados desse primeiro desafio da parceria, o CEO da Taggen, Werter Padilha, destaca que o novo combo tecnológico já estará preparado para o 5G. “Essa nova geração tecnológica dos beacons foi criada com uma série de características extremamente inovadoras, visando atender as mais recentes demandas de rastreabilidade como, por exemplo, a avaliação do distanciamento entre pessoas e objetos, detecção de “man down” e sensoriamento de ambientes”, explica.

A Taggen é uma referência no segmento de beacons, um pequeno dispositivo, que emite um sinal intermitente e pode ser detectado com exatidão por um smartphone com tecnologia BLE (Bluetooth). “A nova geração aumentará os segmentos atendidos, como hospitais e agronegócio, proporcionando precisão altamente confiável para o rastreamento, com baixo consumo de energia e custo reduzido para aquisição”, informa o gerente comercial da Taggen, Sergio Passaretti.

Geolocalização mais precisa e confiável

O especialista em Soluções do Inatel Competence Center, Lucas Jun Sakai, que integra o time de pesquisa e desenvolvimento, ressalta que o projeto reafirma o compromisso da instituição em atender as necessidades da sociedade. “Uma das demandas atuais para geolocalização confiável é o gerenciamento do distanciamento social, dentro de empresas e outros locais, para o combate ao Covid-19. E uma das premissas deste projeto com a Taggen é apresentar um produto competitivo para que a utilização seja ampla e acessível”, destaca o engenheiro.

Para o coordenador de Projetos de Engenharia do Inatel, Francisco Martins Portelinha Junior, a parceria para o desenvolvimento de um produto pioneiro na América Latina “reforça o compromisso do Inatel em propor e desenvolver soluções inovadoras para o mercado nacional e internacional”, pontua. Dessa forma, a inovação proposta pelo projeto com a Taggen chega em um momento de alta demanda de setores essenciais como a saúde, o agronegócio e a indústria, com destaque para este último, que já utiliza soluções de localização indoor rumo aos avanços necessários para a Indústria 4.0.

Compartilhe este post